Visitas

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Ryanair

Já tinha viajado na Ryanair anteriormente e, não fosse o facto de já termos uma viagem marcada com os miúdos, não voltaria a viajar.  Até que tinha a empresa em melhor conta do que a Easyjet mas as novas alterações que fizeram, são de um total desrespeito pelos clientes.

Comprei as viagens em Novembro, para duas pessoas. Quando vou fazer o check-in online reparo que nos separam os lugares. Para podermos viajar juntos, pagamos. Entre 6 a 12 euros conforme os lugares escolhidos. Na viagem de ida ainda paguei 6 euros, para irmos um ao lado do outro, separados pelo corredor.

 O problema é que nesse voo iam duas hospedeiras gordas. Não tenho nada contra as gordas, eu própria estou gorda! Mas ir num avião de espaço muito reduzido, em lugares do corredor, com hospedeiras constantemente a baterem-nos nos braços quando passam, é irritante. Porque passam muitas vezes, e porque não se calam um minuto na tentativa de venderem algo a bordo. É uma espécie de Mercado da Ribeira da aviação. Uma pessoa quer dormir e leva com "cuzadas" e com a ladainha constante: não querem uma raspadinha? Ou uma bebida quente? Ou um boneco?
Ou o raio que os partam!

No dia a seguir quando tive de fazer o check-in da viagem de regresso, decidi que não pagava nem mais um tostão. É para vir separado, que assim seja. Foram só 12 filas de distância. Coisa pouca! E estava muita gente assim. Mereciam que todos os passageiros se levantassem e ficassem no corredor em pé, só para não passarem.


Sem comentários:

Enviar um comentário