Visitas

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Casório I

Se eu pudesse ( mesmo) escolher, acho que faria um casamento tipo cigano. Passar um fim de semana inteiro numa festa sem fim: casava ao nascer do sol, depois de uma noite inteira de arromba e, provavelmente, casaria outra vez ao fim do dia. Primeiro na praia e depois no campo.

Na praia com o meu vestido paixão, depois com outros pelos quais me vou enamorando. Teria um churrasco e um brunch, ou um cocktail seguido do bolo. O bolo podia ser de chocolate e noz, ou de frutos silvestres. Ou melhor ainda, um bocado de cada! Podia ter um dj e um saxofone, ou um grupo de musica popular. O karaoke, no entanto, totalmente dispensável.

Queria uma festa de pouca família e muitos amigos, como a seguir quero apenas ir para a ilha, com um grupo restrito.

Indecisa entre a decoração com o tema do mar, ou ambiente rústicos, cheios de serapilheira e flores do campo. Bem, na verdade a única certeza que tenho é sobre o noivo. Mesmo nos dias como hoje que estou de cornos no ar. O rapaz está doente e fiquei com ele em casa. Ao fim do dia fui apanhar ar e flores. Relaxa-me. Fiz dois arranjos com frascos reciclados. Já numa tentativa de experimentar opções de decoração para o casamento. Assim, na versão DIY e pechincha.





                  (E com alecrim que dá um cheiro maravilhoso! Que tal, gostam?)


Sem comentários:

Enviar um comentário